Se sua marca fosse uma pessoa, qual seria sua personalidade? E sua voz? Quais palavras e expressões ela falaria? Quais vídeos e imagens ela curtiria nas mídias sociais?

Essas perguntas podem parecer estranhas, mas são muito importantes ao criar a identidade da marca e a Brand Persona.

Mas o que é uma Brand Persona?

A interação entre cliente e marca está cada vez presente na era digital. Marcas estão respondendo a comentários nas mídias sociais (tanto de clientes, quanto de outras marcas), produzindo conteúdos diversos e gerando um elo afetivo com seu público.

O que estas marcas estão falando é tão importante quanto como essas marcas estão se comunicando. Uma personalidade e um tom de voz marcantes podem humanizar uma marca, destacando-a das demais. E a melhor forma de fazer isso é a Brand Persona.

A Brand Persona é um personagem criado para representar uma marca, dando voz e personalidade a ela e tornando a interação com o público mais humana e natural.

Por que criar uma Brand Persona?

Criar um personagem que dê voz à marca é uma forma muito eficiente de aproximá-la de seu público. Com um conjunto de características bem definidas e um tom de voz correto, é possível manter um diálogo com o público e atrai-lo cada vez mais.

Os consumidores estão cada vez mais informados e exigentes. Apenas a entrega do produto/serviço não é suficiente para muitas pessoas. Elas esperam um relacionamento mais próximo com as empresas, certa troca de experiências. Em um mercado competitivo, a empresa que mantem este contato com o cliente, consegue maior engajamento e fidelização.

Duas empresas que estão fazendo isso muito bem são as rivais Magazine Luiza e Ponto Frio. Suas personagens, Lu e Pinguim, dão personalidade às marcas, conversam, tiram dúvidas, fazem comentários e até negociam preços com seus clientes em seus perfis de mídias sociais.


Como criar uma Brand Persona?

É preciso observar a história, valores, características de uma marca para definir como será a voz que a representará. Este personagem é exatamente como uma pessoa real: tem sentimentos, emoções e ideias que podem ser alteradas com o tempo e experiências.

Também é importante analisar o seu público e o propósito da Brand Persona: o que seu público procura? Descontos? Curiosidades? Informações? Conteúdo engraçado? E você? Por que conversar diretamente com o público? Para informar, entreter, gerar engajamento ou vender?

As respostas para estas perguntas ajudam a construir uma persona que tenha a ver com a marca e converse com seu público.

Lembre-se: hoje, as pessoas compram daquelas marcas que lhes transmite emoção, que esteja presente e tenha um diálogo mais natural possível. Este engajamento e motivações emocionais são difíceis de romper. Por isso, é preciso ter um relacionamento transparente com o cliente e tentar se conectar a ele, gerando engajamento, fidelização e buzz para sua marca.

Há 8 anos, a agência que entrega.

Se liga neste conteúdo também: