Dezembro chegou. E, junto a ele, chega também uma enxurrada de retrospectivas para relembrarmos dos melhores momentos do ano. Então, por que não falarmos dos queridinhos memes, que tanto nos fizeram rir em 2015?

Se você não sabe o que são memes, nós já falamos sobre eles neste post aqui.

Left Shark da Katy Perry

No intervalo do Super Bowl, em fevereiro deste ano, a cantora Kary Perry fez um show, com direito a uma decoração muito divertida e dois dançarinos vestidos de tubarões. Em um certo momento da performance, o tubarão que estava à esquerda da cantora (por isso, Left Shark), errou alguns passos da coreografia e se tornou o centro das atenções.

Após a repercussão, o site oficial da cantora criou uma fantasia do tubarão.


O Vestido

Untitled-12-1024x518

E você? Enxerga Branco e Dourado ou Azul e Preto?

Em fevereiro, uma mulher estava decidindo qual vestido usar em um casamento e mandou a foto para uma amiga, que não conseguia identificar se o vestido era azul e preto ou branco e dourado. Ai, o mundo inteiro parou para saber qual era a cor deste vestido. Algumas marcas pegaram carona no sucesso do meme e fizeram suas próprias versões do caso.

Charlie, Charlie

maxresdefault

A brincadeira Charlie, Charlie foi levada a sério por muitas pessoas.

O jogo lembra muito a brincadeira do copo ou o tabuleiro de Ouija: em uma folha de papel, as pessoas escrevem “sim” e “não” e colocam duas canetas ou lápis, formando uma cruz. Então, elas perguntam “Charlie, Charlie, você está aqui?”. Se a caneta/lápis se movesse, quer dizer que o espírito de Charlie estava no lugar. As pessoas (especialmente adolescentes) começaram a levar muito a sério a brincadeira. Estudantes de uma escola no Amazonas chegaram a passar mal ao realizar o “ritual”. O que ninguém sabia é que a brincadeira, na verdade, era uma jogada de marketing, para divulgar o filme A Forca.

Dubsmash

dubsmash

O aplicativo Dubsmash disponibiliza alguns áudios para as pessoas dublarem.


O aplicativo para dublar músicas ou personagens famosas também virou febre no mundo inteiro este ano. Várias pessoas postaram em suas redes sociais seus vídeos dublando frases famosas.

Foi o caso do ator Hugh Jackman, que postou um vídeo seu imitando um personagem de Jim Carrey.

Algumas empresas também foram na onda do Dubsmash, como a Turma da Mônica e a KoniMix Temakeria.


Falsete da Melody

A Melody é uma menina de 8 anos que se tornou funkeira graças a seu pai, MC Belinho. Apesar de todas as confusões envolvendo o Ministério Público, por suas músicas e coreografias com apelos sexuais, a menina se tornou uma febre este ano pelos seus “falsetes”. Até a cantora Laura Pausini se mostrou assustada com a tentativa falha de Melody atingir o tom agudo.

Este meme deu o que falar e gerou alguns comentários de marcas.

Nhenhenhem

Mais uma criança fez sucesso este ano graças a uma música muito chiclete. A Maísa (aquela que tirou a peruca do Silvio Santos, lembra?) gravou um CD em 2014 e, em 2015, lançou o clipe para a música “Nhenhenhem”. Não demorou muito para a música cair nas graças não só das crianças, mas de todos. E, claro, uma vez na internet, muitos memes surgiram.



Falsete + Nhenhenhem

E por que não juntar as duas “divas mirins” em um só vídeo? Foi o que aconteceu. O programa Pânico não perdeu a oportunidade e gravou uma matéria com a Maísa, convidando a Melody para participar.

Senhora?

Uma reportagem da Rede Globo em Goiânia flagrou servidores da Assembleia Legislativa que não estavam cumprindo seus horários de trabalho. Muitas vezes, os servidores batiam ponto e iam embora em seguida, voltando para bater ponto novamente no horário de saída. Ao tentar entrevistar uma dessas servidoras, a mulher tentou fugir e saiu correndo da repórter, que começou a segui-la. O vídeo, por si só, é hilário e muitos memes foram criados também. Até um jogo para smartphone foi feito.

Além do jogo, a própria Globo usou o meme para divulgar um episódio da série Revenge.

Anitta – BANG

Em outubro, a cantora Anitta lançou um clipe para sua música Bang. O vídeo, muito colorido e com efeitos de animação, foi criado pelo diretor de arte da Madonna, Giovanni Bianco. E, é claro, que muitas pessoas iriam fazer suas próprias versões do clipe, que foi sucesso desde o primeiro momento em que foi postado.

Até as dançarinas da Beyoncé aprenderam a dançar a coreografia da música.

#primeiroassédio

A internet não está ai apenas para risadas e brincadeiras. Coisas sérias também são tratadas. Foi o caso da hashtag #primeiroassédio, que denunciava os primeiros assédios que mulheres tinham sofrido. Tudo começou depois do programa Masterchef Junior, na Band. Uma candidata de 12 anos foi vítima de vários comentários maldosos, que foram acusados de pedofilia. Para mostrar o gravidade do problema, o Think Olga convidou as mulheres a relatarem seus primeiros assédios. Muitas mulheres, inclusive famosas, participaram do mutirão.



Já acabou, Jéssica?

Mês passado, fomos bombardeados por muitos memes com a frase “Já acabou, Jéssica?”. O vídeo mostra duas meninas brigando na rua e, após apanhar, uma das meninas levanta, faz uma pose e pergunta para colega se a briga tinha acabado. Claro que os internautas adoraram a cena e o fato virou uma febre. A briga virou história em quadrinhos e aplicativo de jogo. Algumas marcas pegaram carona na história da Jéssica e lançaram suas versões.

Quem não gostou disso foi a Polícia Militar, que fez um post contra a violência.

PS: Pra quem não acompanhou a história, a Jéssica já acabou sim. As amigas de infância fizeram as pazes e já voltaram a conversar.

Há 8 anos, a agência que entrega.

Se liga neste conteúdo também: